terça-feira, 11 de outubro de 2011

Angelina gloriosa




1

Versão de Carreiras (Portalegre), recitada por Ana Fernandes Martins (1913-1997) e recolhida por Maria da Liberdade Alegria Bruno em 1985. Transcrição de Rui Pedro Ventura.



Andorinha gloriosa,
Tão formosa c’m’ à rosa.
Quando Deus quis nascer,
Toda a Terra esclareceu.
Veio o anjo São Gabriel
Procurando p’la pastorinha.
“Pastorinha do bom dia!”
Já lá vem Santa Maria
Por aquele perro cão
Rezando uma oração
C’ o seu livrinho na mão.
Nem pus a mão na cruz,
Nem disse “Amém Jesus”.
Mas anda cá, Luís Teixeira,
Que serás meu embaixador.
Vás além àquele castelo,
Qu’ hás-de ver um mouro perro.
Procura-lhe se é cristão.
Se ele disser que não,
Pega no teu cutelo,
Espeta-le no coração.
Ó cutelo para estimar!
Tem as relicas do perdão
Com que foi asseteado
O mártir São Sabastião.



2

Versão de Ribeira de Nisa (Portalegre), recolhida por Maria Tavares Transmontano (Transmontano, 1989: 57).



Andorinha gloriosa
Tão formosa como a rosa
Quando Deus em ti nasceu
Toda a terra esclareceu.
Vinde, vinde, pastorinha
Pastorinha do bom dia.
Lá vem Santa Maria
Com seu livrinho na mão
Rezando uma oração
Por aquele perro cão
Que pôs a mão na Cruz
E não disse Amém Jesus.

Sem comentários:

Pesquisar neste blogue

Etiquetas

Arquivo do blogue

CASTELO DE VIDE CONVENTO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO "Tem esta villa Convento dos Recoletos de sam Francisco fumdado e do...